Crítica: Vale a pena assistir Sense8 ?

36 Flares Twitter 4 Facebook 32 36 Flares ×

Quem tem dado aquela olhada nas redes sociais nas últimas semanas com certeza notou um burburinho chamado Sense8, nova aposta arriscada da Netflix, já que foi lançada muito próxima do retorno da queridinha ‘Orange is the New Black’, e mesmo assim não deixou a desejar em termos de público e crítica.
A série criada pelos irmãos Wachowski (as mentes responsáveis por ‘Matrix’) e J. Michael Straczynski trás oito personagens que tem vidas, culturas e rotinas diferentes que, por motivos inicialmente desconhecidos, passam a ver um ao outro e a conversar e interagir onde quer que estejam “é como o facetime sem celular” diz uma das sensates, em um desses encontros.

6a00d8341c730253ef01b7c7952773970b
Temos Riley que trabalha como DJ em Londres, e veio da Islândia para tentar esquecer um trágico passado. Sun é sul coreana e administra a empresa da família, convive com o machismo (do próprio pai) por ser uma mulher de negócios e é fera nas artes marciais. Kala a farmacêutica indiana que mantém fé na ciência e religião, e vive o velho drama de ter o casamento arranjado com um homem que ela não ama. Capheus o motorista de ônibus no Quênia, luta desesperadamente pelo tratamento da mãe com Aids,.Will é o policial bonzinho que todo mundo gosta ronda as gangues de Chicago. Wolfgang , criminoso profissional da Alemanha, não supera os traumas de infância causados por um pai abusivo. Nomi é transexual hacker ativista que lida com a aversão da mãe a sua transformação e sexualidade, e o astro do cinema mexicano. Lito que mantém o namorado escondido da mídia e uma namorada fake na frente dos fotógrafos, pois acredita que o fato ser gay pode prejudicar sua carreira e sua imagem viril. Os 8 passam a ter pensamentos, sensações e sentimentos compartilhados, como se pertencessem a mesma pessoa.

sense8-aml-ameen

Parece óbvio e clichê, mas um dos maiores encantamentos do programa é essa união entre os personagens e o trabalho em equipe presente quando os protagonistas estão em maus lençóis, e quando precisam fugir do Dr. Wishpers, que pertencia a um grupo desses mas se voltou contra a própria origem e agora controla uma organização que se dedica a exterminar outros sensates.

maxresdefault
Houve algumas reclamações de quem assistiu os primeiros episódios e não entendeu a história, mas um programa que tem oito protagonistas e um bom número de personagens secundários não pode ter uma apresentação feita as pressas. Em Sense8 isso ocorre exatamente no tempo necessário. Isso se deve muito ao estilo Netlfix das séries, que induzem o espectador a fazer uma maratona, para acompanhar todos os episódios, já que a série é disponibilizada inteira no mesmo dia no serviço de streaming.

sense 8

Com personagens longe de ter dramas superficiais, bem roteirizada com situações inesperadas, com fotografia impecável, um programa bonito de se ver, de verdade. E cenas bem dirigidas que envolvem e comovem, a série peca em diálogos um pouco previsíveis, sem ficar claro se é proposital ou uma falha na escrita. Sense8 é uma mistura de ficção científica surpreendente como se deve, e conflitos comportamentais que no mínimo fazem com que o público envolva-se e imagine-se no mesmo lugar. E com tantos personagens é fácil se identificar com um ou com um pouco de cada.

36 Flares Twitter 4 Facebook 32 36 Flares ×