Agent Carter – Season 1

6 Flares Twitter 1 Facebook 5 6 Flares ×

Agent_Carter_Official_Logo

A série Agent Carter chegou ao fim após 8 episódios, mesmo com pouco tempo a série cativou o público e obteve uma audiência aceitável, levando em conta que faz parte de um plano muito maior que é o Universo Marvel Studios. Vamos discutir os pontos positivos e negativos da série:

Pontos Positivos:

  • A série acertou na escalação da atriz protagonista, Hayley Hatwell já está muito a vontade na personagem, pois já a interpretou em Capitão América: o Primeiro Vingador, Capitão América: O Soldado Invernal e participou da série Agents of SHIELD, e ainda vai aparecer em flashbacks em Vingadores: Era de Ultron.
  • Ao contrário da sua irmã mais velha (Agents of SHIELD), Agent Carter consegue se concentrar em uma protagonista só, e isso ajuda muito no desenrolar da trama, que destaca muito mais a personagem mesmo contando com coadjuvantes sensacionais.
  • Uma das coisas mais legais da série é a parceria da Peggy Carter com o mordomo Edwin Jarvis (que inspirou a inteligência artificial Jarvis criada por Tony Stark), o ator Dames D’Arcy fez um trabalho sensacional na pele do mordomo de Howard Stark que recebe a missão de ajudar a Agent Carter a limpar o nome do patrão. As cenas da Peggy e do Jarvis trabalhando juntos sempre garantiam uma dose de humor, característico do jeito Marvel de ser.

Agent Carter Jarvis

  • Dominic Cooper reprisou seu papel como Howard Stark, que é o pai do Tony Stark, e também possui inteligência superior e muito dinheiro, basicamente parafraseando a frase de seu filho, ele é um gênio, bilionário, playboy, filantropo e mulherengo. Todo o ar feminista da série dava uma quebrada quando Howard aparecia em cena e as moças davam atenção pra ele. Mesmo aparecendo em poucos episódios o personagem era peça principal da série, mas não roubou a atenção da protagonista.
HowardStark

Dominic Cooper – Howard Stark

Agent Carter Howard Stark

  • A série teve um timing perfeito, pois apresenta as ideias do feminismo em um momento que a discussão está em alta. Peggy mesmo sendo agente é obrigada a ficar com serviços administrativos na agência, enquanto os homens ficam com a missão, e é aí que a história se desenvolve e ela prova que é uma boa agente, escondendo que ela estava ajudando na descoberta do que eles procuravam. A todo tempo a série provocava mostrando que ela era melhor que os homens.
  • Os agentes da SSR também merecem destaque Sousa e Jackson que apareceram mais, são bons personagens, e o desejo oculto de Sousa por Peggy pode ser explorado em uma segunda temporada.
Agentes da SSR (Da esquerda para a direita Daniel Sousa, Jack Thompson, Chief Dooley e Peggy Carter)

Agentes da SSR (Da esquerda para a direita Daniel Sousa, Jack Thompson, Chief Dooley e Peggy Carter)

  • Claro que o Deus da Marvel, Stan Lee não ia ficar de fora da série, e ele fez uma aparição rápida ao lado de Howard Stark.
Stan Lee aparecendo em Agent Carter

Stan Lee aparecendo em Agent Carter

  • Não tem como deixar de fora o visual da série que é muito pensado, mesmo não usando tantos efeitos especiais como a sua irmã mais velha, a série mostra uma estética agradável e realmente passa a ideia dos anos 40/50 que é mais ou menos onde a história é ambientada, no pós-guerra, pós-Capitão América.
  • A série agradou aos fãs de quadrinhos com as suas referências, desde a empresa de táxi, passando pela amostra de sangue do Capitão América, a possível origem da Viúva Negra e a participação de Arnim Zola no último episódio.

Pontos Negativos:

  • Difícil apontar pontos negativos, a série pode melhorar e muito ainda, mas isso depende muito da história a ser contada na temporada que é bem curta, apenas 8 episódios fica difícil desenvolver algo muito grande.
  • A série foi bem aceita pelo público dos quadrinhos, mas muita gente nem deu chance porque achou que seria mais uma série de super-herói, mesmo usando várias referências dos quadrinhos a série consegue se desenvolver muito bem, ela está muito mais para uma série de investigação.
  • O calcanhar de Aquiles da Peggy Carter é o Capitão América, toda a história da última amostra de sangue dele, acabou complicando ela, ainda bem que ela fez o certo no final do último episódio, se não sabe o que é, assista. Parece que para uma próxima temporada esse assunto estará superado e não poderá ser usado contra ela.
  • A série ainda não foi renovada para uma segunda temporada, e sim, isso é um ponto negativo.

Enfim, como saldo final, a série é boa e pode se desenvolver muito mais se a ABC der oportunidade, e divulgar a série para novos públicos. Espero uma segunda temporada, e se você não assistiu a primeira, aposto que viu vários motivos que te fazem querer assistir, vai lá, sem medo, vale a pena.

6 Flares Twitter 1 Facebook 5 6 Flares ×